Blog

Uma questão de atitude

Algumas semanas atrás, eu me dirigi a um grupo de cerca de 4 mil novatos entrantes em uma universidade local. Contrariamente às suas expectativas, em vez de fazer um longo discurso, fiz uma pergunta ao público: "Se você pudesse determinar a única coisa capaz de levá-lo de onde você está para onde você quer ser, o que seria isso? " Não surpreendentemente,....

Continue lendo >>

Algumas coisas não podiam morrer

Por força do hábito de tanto em tanto faço uma limpeza nas minhas coisas para dispensar tudo aquilo que já não tem utilidade. Esta semana, revirando papeis, documentos e quinquilharia, encontrei uma preciosidade: um cartão plastificado assinado pelo Comandante Rolim Adolfo Amaro, aquela figura carismática que marcou época criando uma companhia aérea a partir....

Continue lendo >>

Cadê os líderes?

No âmbito corporativo observo quanto está difícil obter os resultados desejados apesar dos esforços. As palavras são pouco para expressar o atual estado de ânimo – talvez melhor dizendo "de desânimo". Como lidar com isso? Com menos discurso e mais ação. Menos medo e mais ousadia. Menos hipóteses e mais atos. Menos cortes e mais sinergia. Menos discrição....

Continue lendo >>

Líder ou chefe?

Segundo nosso respeitadíssimo Aurélio, “líder é quem guia ou chefia” e “chefe é aquele que exerce autoridade, dirige, governa.” Quase sinônimos. Consultando o igualmente conceituado Dicionário Internacional Webster leio que “líder é quem detém o poder de comandar e de influenciar” ...  e chefe recebe quase a mesma descrição. Na definição....

Continue lendo >>

Chefes memoráveis

Sempre acreditei que chefe bom de verdade é aquele que inspira e motiva com palavras, ações e, principalmente, com o próprio exemplo. Uma reportagem listando características de “chefes memoráveis” chamou minha atenção. Afinal, motivação, incentivo e bons exemplos no trabalho e na vida são essenciais para o progresso pessoal e financeiro de qualquer um....

Continue lendo >>

Cuidado com os canibais

Depois de um extensivo processo de recrutamento com entrevistas, testes, dinâmicas, referências, uma grande empresa contratou um grupo de canibais. “Agora vocês fazem parte de uma grande equipe”, disse o diretor de RH, durante a cerimônia de boas vindas. “Vocês vão desfrutar de todos os benefícios da empresa. Podem, por exemplo, ir à nossa....

Continue lendo >>

Cultura é coisa muito séria

Num trabalho que realizei para um empresa do sul do país encontrei uma situação que está se tornando cada vez mais comum. Me deparei com um profissional com excelente qualificação técnica, grande experiência e um profundo senso de responsabilidade. Em sua ficha constava também que ele estava havia algum tempo na organização. Acontece que aquele....

Continue lendo >>

Empresa não é família

Ninguém questiona que um ambiente agradável e “humano” é fundamental para o bom desempenho de nossas atividades profissionais. Com a crescente horizontalidade das organizações, isto é, a diminuição de níveis hierárquicos e portanto de chefes, e a necessidade de trabalho em equipe, as relações humanas tendem a ser cada vez mais importantes no mundo do....

Continue lendo >>

Empresas de excelência: a sua é?

As empresas que podem ser consideradas "de excelência" são uma absoluta minoria. O que as torna desiguais são, em essência, dois fatores extremamente raros de encontrar: colaboradores engajados e gestores que sabem e praticam a diferença entre FUNÇÃO e PAPEL! O que vemos no mundo real atestado por pesquisas credenciadas é que menos de 30% dos colaboradores....

Continue lendo >>

Escolher e ser escolhido

A busca por trabalho é algo tão estafante quanto crucial. Para a maioria absoluta dos seres humanos trabalhar não é uma opção. É uma necessidade. Só isso já bastaria para mandar às alturas índices de estresse, níveis de colesterol, batimentos cardíacos, .... Para complicar ainda mais, trabalho - na forma de emprego ou não - está se tornando cada vez....

Continue lendo >>

Líderes de menos, caciques demais

"Altos Executivos brasileiros admitem que suas equipes estão desmotivadas." Esta afirmação está cada vez mais frequente na mídia e nos encontros que mantenho com dirigentes de empresa das mais diversas origens, tamanhos e segmentos. É o caso de perguntar se, para procurar uma solução, não é preciso enxergar além do problema. Pensar fora do contexto. Muitas....

Continue lendo >>

Função & papel – uma ambiguidade perigosa

Este título é de um tema que discuto com executivos e dirigentes de empresas em workshops e encontros de norte a sul do país. Quando peço aos participantes que me expliquem "qual a sua função" ninguém encontra dificuldade alguma em me dizer. Agora, quando peço que me digam "qual o seu papel" geralmente ficam olhando para mim com uma expressão do tipo "como....

Continue lendo >>

Há vida além do trabalho, sim!

Se há um tema eternamente recorrente e complexo é precisamente o que trata da relação entre vida privada e vida profissional. A necessidade de competir cada vez mais nos pressiona a empurrar a vida privada para segundo plano. Sob essa pressão, esquecemos do mais importante: nós trabalhamos para tentar ser felizes, saudáveis e conviver em paz com nossas....

Continue lendo >>

Nada é mais importante que o lucro!

Esta frase, com toda a sua sonoridade, consta em primeiro lugar nos mandamentos legados à TAM pelo seu fundador, Comandante Rolim Amaro. E ele sabia exatamente do que estava falando. É curioso – triste mesmo - ver que apenas uma década depois da sua trágica morte, foi justamente a falta de lucros que justificou a fusão da então bela empresa que ele criou com....

Continue lendo >>

Pensar fora da caixa que nem existe

Este é o verdadeiro tamanho do desafio para empresas e pessoas que esperam ser bem-sucedidos, ter um futuro - e não apenas um emprego - a partir de hoje. Vivendo um dia após o outro quase não percebemos as extraordinárias mudanças que estão acontecendo a uma velocidade inconcebível ao nosso redor. Muito além da quarta revolução industrial, da inteligência....

Continue lendo >>

Sem tempo para pensar – Isto é grave!

Quem um médico deveria atender primeiro: um ladrão baleado, um executivo com infarto ou uma criança com queimaduras, todos com igual risco de vida? De forma similar, decisões complexas fazem parte do mundo corporativo e suas consequências, não raro, acabam se refletindo nos resultados! Para agravar o que já é crítico, a escassez de definições externas, de....

Continue lendo >>